Monday, March 15, 2010

Onde casar?

Uma das primeiras coisas que são decididas após marcar a data do casamento é o local onde será realizada a cerimônia e a recepção, ou as duas coisas juntas. No caso meu e do Pedro, queríamos um lugar aberto. Eu (bióloga) queria meeeesmo no meio do mato, de preferência na Mata Atlântica, com barulhinho de água, o vôo das borboletas e insetos e quem sabe alguns micos, pererecas e passarinhos como convidados. Obviamente não daria certo, imaginem pessoas alérgicas junto com abelhas, marimbondos e formigas, pessoas com medo de borboletas ou lagartas e outras com medo de leão, tanto medo que garantem sua segurança no asfalto e nem sabe que eles não existem no Brasil. Ah... além disso, a possibilidade de aparecerem alguns animaizinhos quase inofensivos como cobras e aranhas. Vamos dizer que iriam pouquíssimas pessoas, talvez só os meus colegas de faculdade e as famílias bem próximas. Desconfio até que minha futura cunhada não iria, se bem que vc tem medo de peixe né Pri?

Bom... olhamos muitos lugares e fizemos orçamentos em muitos outros (noivinhas de plantão, se vocês quiserem o orçamento ou a listagem desses lugares, me mandem um e-mail). Até que decidimos onde íamos fazer, levando em conta inúmeros fatores como: localização, número de convidados, “buniteza” do lugar, valor (um dos fatores de muito peso), infra-estrutura, necessidade de muita decoração ou não, dentre outras coisas. Ele era lindo, em BH, com um espaço aberto, mas também com um fechado caso chovesse. Namoramos o lugar e fomos fechar.

A nossa grande surpresa é que a dona do lugar que nos atendeu, em princípio pensamos que seria bom, pq aí a negociação flui e tal. O problema foi que a dona não lembrava o que a gente combinava com ela e nem mesmo de enviar o contrato! Até que um dia teve uma situação muito desagradável, tão ruim que não vale nem a pena lembrar.

Fiquei LOUCA! Imagina, três meses e meio antes de casar e de repente não tínhamos mais um lugar. Que tal? Ah e o convite com o endereço do local já estava indo para a prova. Resultado: estresse e uma noite mal dormida, em que eu sonhei que ia casar, mas estava descabelada, com a maquiagem horrível, sem fotografo, com vestido amassado e esmalte ROXO. Acordei mal, cansada, desanimada, triste...

Após conversar muito com minha mãe, Pedro, Rejane (minha cerimonialista perfeita) e Deyse (querida amiga e se Deus quiser futura sócia), “descobri” que Deus estava no controle de tudo. Não descobri né? Mas passei a ter tranqüilidade, porque Deus estava sempre no controle de tudo e NUNCA tinha me abandonado. Como eu escrevi no post anterior, antes minha mente sabia depois disso meu coração entendeu. Então, Deus me deu aquela tranqüilidade, sabe? Aquela que parece que tudo está no devido lugar e nunca nem mudou. Pois bem, no sábado seguinte visitamos três lugares. Um deles, o último que visitamos, nós já conhecíamos, inclusive a gente gostava muito dele, mas o preço não era compatível com o nosso orçamento. Apesar disso resolvemos visitá-lo de novo. O lugar parecia mais bonito do que antes, parecia que as cores estavam mais vivas, as plantas mais verdes, parecia que tudo tinha brilhinhos (em homenagem à Sandra). Fomos então negociar o valor. Ele continuava o mesmo de antes, choramos um pouquinho falando que o nosso casamento (ANOTEM AÍ) será no domingo, as 16:30 após o jogo do Brasil na copa e sem festa. O funcionário saiu da sala para ligar para o dono do lugar, ficamos orando e quando ele voltou a gente estava até sem respirar. O dono fez um preço SUPER especial. Sabe daqueles que só pode ser um milagre? Então, nós tivemos certeza que foi.

Não sei como que em algum momento eu esqueci que Deus estava no controle de tudo. Só eu desmemoriada poderia fazer isso e ficar ansiosa, mais do que normalmente sou. Sabe o que acontece, parece que eu não sei que Deus é capaz de fazer qualquer milagre e por isso me espanto sempre que Ele faz um. E graças a Deus isso acontece, para me lembrar que o Rei do Universo me ama e cuida de mim.

Sei que escrevi muito, mas queria contar uma das nossas experiências! Uma das muitas que aconteceram e das muitas que estão por vir. Porque o NOSSO Deus é poderoso e nos ama demais!

“Buscai primeiro o reino de Deus e a sua justiça, e as outras coisas vos serão acrescentadas.”

P.S.: O Pedro não gosta muito de escrever, então acho que só eu que vou passar por aqui =)

2 comments:

  1. Deborah e Pedro,
    Tenho sido muito abençoada de poder estar juntinho de vcs acompanhando cada decisão,cada sufoco, cada conquista, cada alegria.
    Experimentando ao lado de vcs, a fidelidade e amor do Nosso Senhor.
    Continuem confiando nAquele que pode todas as coisas!
    Com amor, Eliane

    ReplyDelete
  2. Oi, Deh!

    Amei o desfecho final, amei o blog, amei como vc se expressa (valorizo demais as palavras, rs) e já tentei dizer isso umas três vezes, mas seu bloguito sempre "engole" meus comentários, rsrs!!!! Espero que dessa vez dê certo!!!

    Seu casamento é um super orgulho para mim, seu bom gosto é incrível e adorei a parte que me toca sobre a cerimonialista perfeita (mega honra, rs!!!!!!).

    Parabéns! Deus realmente nos livra de umas e nos coloca em outras com todo o poder de Sua proteção. Mesmo que seja incompreensível à razão, sabemos que podemos confiar sem medo. E, confesso que, no seu caso particular, Deus foi gneroso meeeeeeeeesmo! Que lugar mas lindo para se casar!

    Bj,

    ReplyDelete