Tuesday, November 30, 2010

Kansas City - Parte 2

Depois de chegarmos mortos de sexta feira, sábado dormimos um pouquinho mais, tomamos um café caprichado e fomos procurar coisas para fazer.
O primeiro lugar foi a loja Cabela's, que foi meio ruim. A loja é ENORME e estava lotada também. Só que vendia coisas para caça (não é estranho isso???), pesca, camping, mas principalmente caça, ou pelo menos foi o que me chamou mais atenção. Devia ter mais arma do que vara de pescar na loja... Além disso era cheio de bicho empalhado, bem empalhados, mas foi meio estranho. Como pode tanta gente caçar e achar que eles mesmos não vão ter algum prejuízo com o desequilíbrio ecológico? Tá bom, parei!
As fotos são só para vocês terem idéia do tamanho da loja...

Depois fomos na loja que tinha gente acampada na porta lembra? Nossa, GIGANTE também. Tinha de tudo, computadores, máquinas fotográficas, televisões, eletrodomésticos, móveis, coisas para decoração e tudo mais que vc pode imaginar dentro dessas categorias. A loja estava cheia e descobrimos que o outro motivo além das promoções, era que tinha um cantor famoso (que eu não conheço) dentro da loja. Nossa, cada suspiro do cara, uma gritaria sem noção. Ficamos em pé um tempão, andando, mexendo nas coisas, até que achamos umas cadeiras de massagem e fomos relaxar. Quer dizer, o Pedro relaxou, para mim aquilo era tortura. A cadeira conseguia achar todos os meus ossos e além disso, tentava massagear eles, ninguém merece. Saímos de lá, um relaxado e a outra tensa =)

Fomos em seguida ao Country Club Plaza. É um lugar cheio de lojinhas e restaurantes. Ele estava todo decorado de luzes de natal! Nesse dia estava super gostoso, porque não estava TÃO frio, tava friozinho, então conseguimos passear bastante! Passamos pela Cheesecake Factory (restaurante que a Penny trabalha no Big Bang Theory), Fogo de Chão (ficamos loucos para comer picanha), Tiffany (nunca tinha entrado em uma), MAC, Armani, GAP, Forever 21 ... um lugar bem agradável de passear e olhar vitrines =).

Nesse lugar tinha passeio de carroça tipo Cinderela...

No domingo fomos visitar o Mercado da cidade, que passamos no primeiro dia. Algumas lojinhas estavam abertas, mas tivemos a impressão que durante a semana deveria ser bem mais movimentado. Lá tem uma padaria, cheia de coisas que pareciam muito gostosas, mas o que me chamou a atenção foi o Palmier. Hummm estava uma delícia!
O corredor do mercado. Do lado esquerdo era a banquinha de um senhor que vendia especiarias. Me lembrou o mercado central, com menos muvuca e movimento =)

Eu e o Pedro comendo o Palmier e aproveitando o solzinho...

Depois resolvemos passar na Biblioteca Pública, mas infelizmente ela estava fechada. Em princípio achamos que o estacionamento dela era a entrada da biblioteca. Os degraus dele são como livros e a fachada tem um super poster como se fosse uma prateleira dos livros famosos. Uma pena não termos conseguido entrar, quem sabe de uma próxima vez?

A biblioteca pública...
Bati, mas ninguém quis abrir para mim.

Nos degraus na frente do estacionamento da biblioteca. Olha que linda a fachada com os livros (abaixo).
O mendigo ficou olhando para a gente e não saiu da frente, então a foto foi com ele =)

Essa é a Union Station, eles falam que é um dos pontos turísticos. Só passamos do lado. Coloquei essa foto pq eu achei que o céu ficou tão bonito =). Tem um dinossauro na frente, porque parece que eles estão com uma exposição em algum museu. Como tudo aqui é natal, colocaram um gorro de papai noel nele, coitado!
Tínhamos poucas horas antes de ir embora e resolvemos ir ao Kemper Museum of Contemporary Art, que era de graça. Vimos uma exposição dos irmãos Gao (chineses), muito legal. Sendo críticos em relação à repressão que aconteceu na china, eles abordaram um pouco sobre Mao e as atitudes dele, muito bacana mesmo. Outras exposições interessantes também, mas... pessoas que mexem com arte vão querer me matar, mas eu vou falar mesmo assim. A arte moderna é uma coisa complicada, tem alguns artistas que eu realmente acho legal o trabalho, mas tem outros, que sinceramente não tem explicação. Rabiscos, bricolagens, materiais grudados ao acaso e uma explicação que sinceramente, parecia que ela estava no lugar errado e falando de outra arte. Nunca estudei sobre arte, mas não tinha que ser algo entendível? Se eles colocassem ao lado do rabisco, escrito assim: "Artista ..., reconhecido pelas suas obras tal e tal e tal. Esse rabisco foi durante a sua crise de depressão..." ótimo de entender e cada um se expressa da maneira que pode, mas as explicações são piores do que o que está exposto...
Bom, esse museu fica em um lugar cheio de prédios do Instituto de Arte de Kansas City. Vários deles tem esculturas tão legais quando as que ficam em frente a esse museu, com excessão dessa aranha gigante, que não tive coragem de chegar perto.
Fotos na faixada do museu.

Bom, o nosso passeio acabou logo depois desse museu. Voltamos para casa porque precisávamos, mas queria ficar mais um tempinho lá. A cidade é muito legal e CHEIA de coisas para fazer, um "pouquinho" diferente de Wichita.

Na estrada de volta andamos por muito tempo ao lado de uma paisagem sem vegetação e ocupação humana. Não sabemos se é por causa do inverno ou se é sempre assim. Acho que teremos que voltar em Kansas City, para descobrir isso.
Bjinhos saudosos,

Pedro & Deborah

Parênteses

Apenas um parênteses para falar que o Dante e a Jô participaram de um artigo para a revista "Festas e Eventos" do Rio de Janeiro e uma foto do nosso casamento saiu lá =). Para ver clique aqui. Noivinhas, aproveitem para marcar uma hora para fazer o orçamento do seu casamento. Esse casal é DEMAIS!

Monday, November 29, 2010

Kansas City - Parte 1

Na quinta feira de Thanksgiving, Pedro e eu viajamos para Kansas City. Sabe aquelas coisas de última hora??? Pois é, foi assim. Estávamos procurando um lugar aqui perto e que tivesse coisa para fazer. Olhamos várias cidades, mas Kansas City foi a que pareceu mais promissora. Fomos sem hotel, sem roteiro, sem nenhum planejamento. Tinha o endereço de um shopping e pronto.
A viagem de 3 horas foi super tranquila. A estrada é reta e plana, quase não tinha carro, comparando com o Brasil. Além disso as pistas de ida e vinda são bem separadas, então não passamos por nenhum susto com motoristas imprudentes, fazendo ultrapassagens loucas.
O GPS nos mandou direto para Down Town (o centro da cidade), que é fascinante. Prédios antigos e de tijolinhos e ao mesmo tempo alguns modernos com passarelas de vidro suspensas ligando vários prédios. Muito legal! Além disso vimos morros, subidas, descidas e mendigos, que não víamos há 2 meses, rsrsrs...
No finalzinho dessa rua, lá no final entre os prédios, dá para notar que ela tem um morrinho. Comparando: isso é uma rua plana em Belo Horizonte e quase uma montanha em Wichita.

Era dia de Thanksgiving e a cidade estava completamente deserta. Aproveitamos para passear em locais públicos. Visitamos o mercado da cidade (fechado), o museu da primeira guerra mundial (fechado) e no meio do caminho vimos uma raposa, sim uma raposa no meio da cidade =). Pena que o zoom do celular não é bom, mas se vocês se esforçarem um pouquinho dá para ver ela na foto.
Mercado da cidade...
O Pedro viu a raposa quando estávamos passando com exatamente a visão dessa foto, teve a manha, né?
Agora a raposa com um pouquinho mais de zoom...
Tentei chegar mais perto, mas ela se assustou...

Museu da primeira guerra mundial. Não sei como que o Pedro estava conseguindo fazer gracinha com tanto frio ...
Eu tentando ficar protegida do vento congelante.

Passeando mais pela cidade, fomos à Hallmark (aquela empresa que faz cartões), ela tem um super complexo de escritórios, museu, lojas e um ring de patinação. Era o lugar da cidade que a gente viu movimento de pessoas e carros e resolvemos parar. Não patinamos, porque estava frio demais, o lugar era aberto e estávamos sem luvas. Aproveitamos para olhar o shopping Crown Center, que também estava fechado. Como ele era no térreo de um hotel SUPER chique, tínhamos acesso às lojas. O hotel tinha cachoeira, jardim de inverno, sala de ginástica de vidro e restaurantes de luxo.
Parte do complexo Halmark...

Pedro e eu (embaixo) em frente ao Shopping Crown Center
A cachoeira e o jardim de inverno do hotel

Depois disso, aproveitamos para conhecer o shopping que eu tinha o endereço, que na verdade não era um shopping, mas sim um grande centro com lojas, restaurantes e uma pista de corrida estilo Nazcar. Aproveitamos e achamos um hotel por ali mesmo. O jantar, foi no único lugar aberto da região =)

Nesse dia passamos em frente a uma loja, 6:30 da tarde, quase zero grau e tinha gente acampada (com barraca) na calçada. A sexta feira seguinte ao Thaksgiving é chamada de "Black Friday" e é um dia conhecido pelas promoções que as lojas fazem, as vezes 40% de desconto em determinadas mercadorias. A promoção é válida para o numero de mercadorias estipuladas, quem chega primeiro tem vantagem. Nesse dias as lojas abrem BEEEM mais cedo. A maioria de onde a gente estava abriu as 5 da madruga.
Povo louco acampado na calçada dessa loja...

Nesse dia também aproveitamos para ir ao shopping, mas chegamos lá umas 10:30 e o estacionamento estava LOTADO! Os estacionamentos da maioria dos estabelecimentos são enormes e cabem MUITOS carros, muito mais do que é possível imaginar que caiba no lugar e o estacionamento desse shopping estava SUPER cheio.

Isso foi só a quinta e a sexta. O sábado e o domingo estarão na Parte 2...

Thanksgiving

Quinta feira que passou foi o feriado de Thanksgiving aqui nos EUA. Sabia, pelos filmes, que era um momento em que a família se unia e agradecia. No jantar que demos para o Yance e a Elaine, falei que não sabia a história desse feriado, mas que me parecia legal a família se ajudar para agradecer.
No domingo seguinte, encontramos com eles e conhecemos a família da Elaine. Não tivemos tempo de conversar muito, mas eles foram muito simpáticos. A mãe dela, me deu dois livros de criança explicando sobre o Thanksgiving, pq a Elaine tinha falado que eu não sabia a história dessa data. Ela pediu desculpas por serem livros de crianças, mas eu achei ótimo, porque é mais simples e eu conseguiria entender em inglês. Ela não foi simpática? Adorei!


No mesmo domingo eu li os dois livrinhos e achei super legal a história. Vou contar resumidamente aqui.

"Na Inglaterra tinha um pequeno grupo de pessoas chamadas de Pilgrims (acho que não tem tradução para isso). Eles eram infelizes porque o Rei da Inglaterra não os deixava adorar a Deus da maneira deles. Com a esperança de encontrar liberdade e uma vida melhor, no outono eles empacotaram suas coisas e partir em direção ao novo mundo (América).
Mais de 100 pessoas embarcaram no navio chamado Mayflower. Depois de 66 dias eles chegaram em terra firme, num local que eles chamaram de Plymouth (nordeste dos EUA).
Sabendo que o inverno estava chegando, eles construíram uma casa comunitária onde passaram o inverno. Que foi mais rigoroso do que o da Inglaterra e por isso muitos adoeceram e morreram. Quando chegou a primavera apenas 50 tinham sobrevivido, sendo que a maioria eram crianças.
Eles estavam com medo dos índios os encontrarem, pois estariam em desvantagem frente a um combate. Um dia um índio apareceu, mas em missão de paz. Alguns dias depois, mais índios apareceram junto com o Cacique, que fez um acordo com os Pilgrims de que eles não poderiam fazer mal um ao outro, mas também iriam se ajudar. Dessa maneira um índio ensinou como caçar, pescar, plantar e colher.
Quando o outono chegou, eles celebraram a colheita deles. Eles estavam tão felizes por tudo que eles conseguiram que eles queriam celebrar. Além disso, eles sabiam que eles não teriam sobrevivido sem os índios.
Então os Pilgrims convidaram os índios e por três dias e três noites eles comeram, beberam e jogaram jogos juntos.
É para relembrar esse tempo a tantos anos atrás, as dificuldades dos Pilgrims e a ajuda salvadora dos Índios, que os americanos celebram o Thanksgiving."

Foi um resumo grande né?
Esse é um dos feriados mais tradicionais que eles tem por aqui. A comida é super típica, com Peru, milho, abóboras, ervilhas, feijões... a mesma comida que os Pilgrims comeram na época. Além disso com a família reunida, todos agradecem por algo que eles sentem felizes em terem.

Bom, eu e o Pedro estávamos viajando nesse dia para Kansas City. E isso vai ser um novo e próximo post =)

Sunday, November 28, 2010

Vídeo do casamento!!!

Semana passada o Wagner Tibiriça, entregou para minha mãe o vídeo do nosso casamento. Pipizildo, como um maravilhoso irmão e a fera em informática, conseguiu me passar o filme, com uma qualidade um pouco mais baixa, só para satisfazer a minha curiosidade enquanto o DVD não chegava pelo correio (e já chegou :) ).
Estava super ansiosa, porque fechamos a filmagem na quarta feira antes do casamento. Acho que como a maioria dos casais, nós não dávamos tanta importância à filmagem, achávamos que a fotografia nos satisfaria. Só que a filmagem que recebemos nos mostrou que a fotografia não substitui a filmagem e nem o contrário. Elas são complementares.
A fotografia te revela vários instantes maravilhosos, de ângulos e visões diferentes e a filmagem te faz sentir aquele frio na barriga quando vc ouve a música de entrada do noivo, da noiva. Só falta agora um processo para guardar o cheiro da ocasião...
Bom, resumindo o que posso dizer é que não me arrependo nenhum pouco de ter contratado a filmagem na última hora.
Além disso o Wagner fez um resumo do casamento, chamado momentos. Apesar de ser condensado não tirou a emoção do momento. Espero que gostem!

Sunday, November 21, 2010

Yance e Elaine

Já tinha escrito aqui, sobre esse casal, Yance e Elaine. Tivemos a oportunidade de estar com eles outras vezes, depois daquele primeiro jantar juntos.
No dia eu fui para à casa deles, a Elaine e eu (mais a Elaine do que eu) fizemos um pão, ou melhor 3. Que por sinal ficou uma delícia! Méritos à Elaine.
I had already written here about this couple, Yance and Elaine. We had the opportunity to be with them in other times after that first dinner.
On one day I went to their house and Elaine and I (more Elaine then me) made a bread, better, we made three. They were very good! Merit to Elaine!

Na quinta feira passada eles vieram aqui em casa e tentamos fazer um jantar à brasileira. A princípio, pensamos no que seria a comida típica do Brasil/Minas Gerais feijão tropeiro, feijoada, churrasco (hummm, saudade dessas comidas), mas quando eu sabia fazer, não tinham os ingredientes aqui. Então resolvemos fazer um "escondidinho de carne seca", mas trocamos a mandioca por batata e a carne seca por uma carne que eu não sei o nome aqui. No fim das contas não foi um escondidinho, mas está valendo.
Last thursday they came here and we tried to cook a brazilian's dinner. First we thought which food would be from Brazil/Minas Gerais (state), "feijão tropeiro", "feijoada", barbecue (hummm I miss those foods), but the ingredients required for preparing the food couldn't be found here. Then we decided to make a "escondidinho de carne seca", but we changed the cassava for potatoes and the "carne seca" for some meat cut that I don't know the name. In the end it was not a "escondidinho", but ....

De sobremesa fizemos brigadeiros, ficaram esteticamente iguais aos do Brasil, mas o sabor, diferente. O leite condensado e o chocolate são diferentes... Depois disso resolvi que não vou tentar fazer nenhuma comida à brasileira sem os ingredientes próprios. A gente come pensando que vai ter um sabor e de repente, vem a decepção.
For dessert we made "brigadeiros". They looked like the ones from Brazil, but the taste was different. The condensed milk and the chocolate were different... After that I decided that I'm not going to cook another brazilian food without the right ingredients. We bite thinking we'll have a flavor and suddenly it tastes as deception.

Fora isso tivemos um tempo muito agradável!
Besides that, it was a great time!


P.S.: Sim... esses copos com limão são caipiroskas. Fizemos bem fraquinha e com quase nada de álcool, só para eles saberem que é uma bebida típica do Brasil. E ficou uma delícia.
Yes... those cups with limes are "caipiroskas". We made them very weak and almost no alcohol, just for them to try a brazilian's drink.

P.S.1: A tradução desse post é para eles entenderem o que falamos deles. Apesar de garantir que sempre falamos bem, acho melhor traduzir :)
I'm translating this post so they will understand what we are writing about them. Although I always say that we just talk good things about them. It's better translate :)


Saturday, November 20, 2010

5 meses de casados :)

Hoje comemoramos os nossos 5 meses de casados jogando mini golf, em um pequeno parque de diversões aqui perto de casa. Foi bem divertido, pois a gente nunca tinha jogado e tivemos vários momentos de desastre, que nós gravamos para vocês verem, divirtam-se!!! Quem vocês acham que ganhou?






Encontramos com um senhor jogando golf com o filho e ele nos deu 4 tickets para andar de kart. Corremos junto com uns meninos MUITO loucos e inconsequentes, que fechavam a gente e não estavam nem ai, mas foi BEM legal!


Amanhã fazem 2 meses que estamos aqui... sentimos saudades! Obrigada pelas orações!

Friday, November 19, 2010

Primeira "neve"

Quarta feira foi um dia super feliz, eu vi "neve" pela primeira vez. Coloquei neve entre aspas, porque ainda não é a neve que a gente vê em filmes e que as pessoas saem na rua para fazer bonecos e atirar neve nos outros. Nessa que aconteceu aqui, os flocos são bem molhadas e logo que eles chegam no solo derretem. Então não acumulou, ainda sim foi lindo! Parece que Deus tinha derramando um pacote de algodão lá no céu =)
Tentei tirar foto, mas não deu muito certo. Olhe bem de perto, tem umas coisinhas brancas, agora imagine elas com algodão molhado caindo do céu, rsrs...



Wednesday, November 17, 2010

Alegrando a casa...


Ontem eu e o Pedro saímos para comprar umas plantinhas para alegrar a nossa casa. Agora é só esperar para ver crescer e dar flores, igual a foto da caixa...

Estávamos escolhendo essas plantinhas e quando fomos ler as instruções, tcharã, elas são do Brasil também =)
Essa é uma pata de elefante, que está dando brotinho. Ainda vou mudar ela de vaso.

E claro, mais coisinhas para passar o tempo....

P.S.: Coloquei mais fotos no post de sábado, dessa vez as fotos foram tiradas pelo Pedro.