Monday, November 29, 2010

Kansas City - Parte 1

Na quinta feira de Thanksgiving, Pedro e eu viajamos para Kansas City. Sabe aquelas coisas de última hora??? Pois é, foi assim. Estávamos procurando um lugar aqui perto e que tivesse coisa para fazer. Olhamos várias cidades, mas Kansas City foi a que pareceu mais promissora. Fomos sem hotel, sem roteiro, sem nenhum planejamento. Tinha o endereço de um shopping e pronto.
A viagem de 3 horas foi super tranquila. A estrada é reta e plana, quase não tinha carro, comparando com o Brasil. Além disso as pistas de ida e vinda são bem separadas, então não passamos por nenhum susto com motoristas imprudentes, fazendo ultrapassagens loucas.
O GPS nos mandou direto para Down Town (o centro da cidade), que é fascinante. Prédios antigos e de tijolinhos e ao mesmo tempo alguns modernos com passarelas de vidro suspensas ligando vários prédios. Muito legal! Além disso vimos morros, subidas, descidas e mendigos, que não víamos há 2 meses, rsrsrs...
No finalzinho dessa rua, lá no final entre os prédios, dá para notar que ela tem um morrinho. Comparando: isso é uma rua plana em Belo Horizonte e quase uma montanha em Wichita.

Era dia de Thanksgiving e a cidade estava completamente deserta. Aproveitamos para passear em locais públicos. Visitamos o mercado da cidade (fechado), o museu da primeira guerra mundial (fechado) e no meio do caminho vimos uma raposa, sim uma raposa no meio da cidade =). Pena que o zoom do celular não é bom, mas se vocês se esforçarem um pouquinho dá para ver ela na foto.
Mercado da cidade...
O Pedro viu a raposa quando estávamos passando com exatamente a visão dessa foto, teve a manha, né?
Agora a raposa com um pouquinho mais de zoom...
Tentei chegar mais perto, mas ela se assustou...

Museu da primeira guerra mundial. Não sei como que o Pedro estava conseguindo fazer gracinha com tanto frio ...
Eu tentando ficar protegida do vento congelante.

Passeando mais pela cidade, fomos à Hallmark (aquela empresa que faz cartões), ela tem um super complexo de escritórios, museu, lojas e um ring de patinação. Era o lugar da cidade que a gente viu movimento de pessoas e carros e resolvemos parar. Não patinamos, porque estava frio demais, o lugar era aberto e estávamos sem luvas. Aproveitamos para olhar o shopping Crown Center, que também estava fechado. Como ele era no térreo de um hotel SUPER chique, tínhamos acesso às lojas. O hotel tinha cachoeira, jardim de inverno, sala de ginástica de vidro e restaurantes de luxo.
Parte do complexo Halmark...

Pedro e eu (embaixo) em frente ao Shopping Crown Center
A cachoeira e o jardim de inverno do hotel

Depois disso, aproveitamos para conhecer o shopping que eu tinha o endereço, que na verdade não era um shopping, mas sim um grande centro com lojas, restaurantes e uma pista de corrida estilo Nazcar. Aproveitamos e achamos um hotel por ali mesmo. O jantar, foi no único lugar aberto da região =)

Nesse dia passamos em frente a uma loja, 6:30 da tarde, quase zero grau e tinha gente acampada (com barraca) na calçada. A sexta feira seguinte ao Thaksgiving é chamada de "Black Friday" e é um dia conhecido pelas promoções que as lojas fazem, as vezes 40% de desconto em determinadas mercadorias. A promoção é válida para o numero de mercadorias estipuladas, quem chega primeiro tem vantagem. Nesse dias as lojas abrem BEEEM mais cedo. A maioria de onde a gente estava abriu as 5 da madruga.
Povo louco acampado na calçada dessa loja...

Nesse dia também aproveitamos para ir ao shopping, mas chegamos lá umas 10:30 e o estacionamento estava LOTADO! Os estacionamentos da maioria dos estabelecimentos são enormes e cabem MUITOS carros, muito mais do que é possível imaginar que caiba no lugar e o estacionamento desse shopping estava SUPER cheio.

Isso foi só a quinta e a sexta. O sábado e o domingo estarão na Parte 2...

1 comment:

  1. O Pedro conseguir ver uma raposa naquela paisagem.........sinceramente.E olha que ele é atleticano =)
    Que bom que vcs se divertiram!
    Bjo,mamãe

    ReplyDelete