Monday, April 4, 2011

New York - Parte 7

Acho que hoje vai ser o último post dessa série. Sinceramente, estou adorando escrever. Sempre tive vontade de escrever sobre alguns fatos marcantes e engraçados que aconteceram comigo, para poder lembrar no futuro, mas nunca consegui. Agora com o blog, sinto como um incentivo, escrever bem, com detalhes, fotos, o que seria complicado de fazer à mão. Gosto de saber que daqui a alguns anos, mesmo que eu pare de escrever o blog, eu vou poder reler os posts e lembrar do tempo precioso que o Senhor tem nos dado aqui.

O último dia foi "tisti". Acordamos mortos, para variar só um pouquinho. Quem adivinha onde que a gente tomou café? Rsrsrsrs... pegamos o metro e fomos para o Central Parque, pois iríamos conhecer o Zoo. Na nossa primeira programação de viagem, colocamos visitar o Zoo do Bronx, que falam muito bem, mas seria na quarta-feira pois nesse dia a entrada é franca. O problema foi que quarta feira choveu e fica bem complicado de visitar o Zoo com chuva, por isso tivemos que fazer uma pequena mudança.

Quem imagina que o Zoo do Central Parque tem um leão, que é a atração principal, uma Zebra saltitante, uma girafa meio corcunda, depressiva e hipocondríaca e pinguins inteligentes? Eu pensava! Tá bom, não com tantos detalhes, mas eu realmente pensei que lá tinha leão, girafa e zebra como no filme Madagascar. Não entendi, para que inventar tantos animais que não tem lá? Não podiam ter fingido que o Zoo era o do Bronx?

Voltando... quando chegamos ao Zoo, apesar de ter descoberto que não tinha leão, achei ele tão bonitinho, vocês vão ver nas fotos. A primeira atração foi a alimentação das focas, com direito até a um super mergulho de cima de uma pedra. Vimos pinguins, umas aves do polo norte, urso polar, macacos da neve, urso panda vermelho, uma floresta tropical com várias aves, sapos, morcegos e uns outros mamíferos não identificados. O Zoo, não é muito grande, mas é bem arrumadinho e foi divertido.
O Zoo tem esse telhado de madeira e essas trepadeiras nas paredes.
O mergulho da foca...
Ohh... pinguins. Amo eles. Quem acha que se abraçar eles bem forte, eles vão escapulir pelo braço de tão lisinho? Euuuuu...

Ursos polares, urso panda vermelho, macacos da neve e um ... mamífero =).
Sapinho e ganso.
Acho muito incrível esse contraste natureza cidade...


Apesar de já termos ido na Biblioteca Central, gostamos do parquinho que estava fechado e queríamos ver ela por dentro. A Biblioteca é ENORME! Vimos bem pouco dela, mas é cheia de salas para aula, outras para pesquisa e imagino que outras com as relíquias...
No parque...
... tem umas lanchonetes bem legais, mas parece que elas não abrem no inverno.
A frente da Biblioteca Central
Olha o Pedro lendo o livro na Biblioteca, cof cof, fingindo... isso era um dos catálogos para procura de livros.

O passeio foi bem rapidinho, entramos tiramos umas fotos, fizemos umas poses e saímos em direção ao Soho. Gostei tanto de lá que queria voltar e não só isso, queria visitar uma loja que tinha visto na internet cheia de coisas de costura, trico, crochê e afins... olha que beleza de loja!

Além dela, descobrimos uma loja chinesa LOTADA de coisinhas baratas. Ficamos lá um tempão, acho que mesmo se voltasse lá outras vezes ainda descobriria coisas novas. E assim foi o fim do nosso dia, passeando pelo Soho e comprando as últimas coisinhas.

Chegar em casa a noite foi muito triste, porque sabíamos que o fim estava próximo. O vôo do Pi e da Taly saía bem cedo, então eles teriam que acordar mais ou menos às 4 da manhã. E nos despedimos assim, meio dormindo, meio acordado... acho que foi um bom jeito, pois não deu para chorar.

No outro dia nem sei como acordamos, estávamos mortos. Ajeitamos o quarto, deixamos um bilhete de despedida para o Paolo, verificamos se não tínhamos esquecido nada e pé na estrada. Não passamos pelo Dunking Donnuts, e fomos à pé até o ponto de ônibus. Estávamos tão cansados, que nem falar eu não queria. Nossos rostos estavam tão inchados que nas únicas fotos que tiramos estávamos de costas...
No aeroporto fizemos o check in e fomos tomar um café, adivinha onde? rsrsrs...

Depois de algumas horas, para mim e para o Pedro e MUITAS para o Pi e a Taly, todos chegamos bem em casa, apesar de estar faltando um pedaço de mim que foi junto com o Pi e com a Taly e até hoje enquanto escrevo esses posts sinto uma dorzinha lá no fundo da parte que eles levaram. Comecei falando isso e vou terminar falando isso: Deus deu para mim e para o Pedro um oásis no meio do deserto!

P.S.: O post de hoje foi meio tristinho né? Engraçado que enquanto escrevia essa série de posts fui revivendo os nossos dias e hoje revivi o último dia e as nossas últimas horas juntas. Vou ver se coloco mais fotos, agora que tenho as do Pi e da Taly e também um video que fizemos sobre as moedinhas!

5 comments:

  1. Mãe e sogra mais abençoada do mundo!April 5, 2011 at 4:28 PM

    Acabei de ler pela 3ª vez este post.
    Daqui a pouco, ponho "oficialmente" meu comentário pq continuo com um nó na garganta e não consigo escrever quando estou assim.=D

    ReplyDelete
  2. Ô gente... quase chorei, tem base?
    Saiba que um pedacinho nosso tb ficou aí com vcs... E obrigada pela ótima companhia nessa viagem incrível!!!
    Amamos vocês!

    ReplyDelete
  3. Nós também gostamos muito da companhia de viagem! Pena que agente não se preparou melhor pra aguentar caminhar mais! =D

    ReplyDelete
  4. Vc adora escrever e eternizar e nós adoramos ler!!!! Continue!!!! Bj

    ReplyDelete
  5. Foi muito bom acompanhar a viagem de vcs pela sua narrativa!
    E quero deixar registrado que quando imaginei vcs se despedindo, o coração ficou tão apertado que parecia que eu estava aí com vcs todo o tempo! Por outro lado é bom saber que puderam desfrutar deste oásis no meio do deserto.
    Nos vemos em breve,
    mamãe

    ReplyDelete