Saturday, June 18, 2011

Sumi, mas voltei!

Quanto tempo, né? Estou ensaiando para escrever aqui no blog há algum tempo, mas acabo deixando para o dia seguinte, o outro, o outro e aí estou aqui só duas semanas depois.

O trabalho no Zoo está bem. Agora estou indo terça, quinta e sexta o dia inteiro.
Na terça fico com os animais da América do Sul: Tamanduá, Macaco-Prego, Anta, Lobo Guará, Lhama e outros que agora eu não estou lembrando. Às vezes também ajudo no começo da manhã com os chimpanzés.
Na quinta trabalho com os Répteis e Anfíbios, estou gostando bastante e apesar de não ter um trabalho físico tão intenso como nos outros dias, nesse dia eu fico cansada mentalmente. Eles tem MUITOS animais na exposição e mais ainda sem estarem expostos. Bichos que eu nunca tinha visto antes e que eu não sei o nome nem em Português. Toda quinta eles fazem uma reunião na parte da manhã. A primeira quinta que eu participei, foi a primeira vez, desde que eu sei um pouco mais de inglês que eu não entendo absolutamente nada do que eles falavam. As palavras que eu entendia eram, alimentação, recinto, mudar e coisas do tipo, mas não sabia de qual animal, nem onde, nem porque, nem nada! No fim eu desliguei e fiquei passeando pelo mundo da lua. Imaginei que se eles precisassem de falar comigo eu iria ouvir meu nome e eles repetiriam o que era para eu fazer =).
Sexta-feira, mesmo drama do que eu descrevi no outro post.

Todo dia quando ou Pedro vai me buscar no trabalho ele pergunta o que foi engraçado ou interessante no dia. Sempre tem muita coisa para contar, mas resumindo...
- Quando vou dar comida para as lhamas, tem uma que cospe na gente. Ela pega a comida, tritura bastante e cospe igual uma metralhadora, não sei onde que ela consegue guardar tanta comida na boca. A lhama que faz isso chama Kiss (beijo), porque ela costumava beijar todo mundo. Agora ao invés de beijar ela cospe. Será que ela acha que isso é uma demonstração de amor?!
- Um desses dias fui ajudar a limpar a jaula dos chimpanzés, fiquei atenta porque sei a fama deles de jogar coco em todo mundo. Entramos com todo o cuidado, eles estavam presos, a moça responsável por eles me apresentou para todo mundo (igual gente, né?) passei por todos e ninguém jogou coco em mim, ufa pensei. De repente começou uma briga entre eles e pronto, alguém jogou coco, bem no meu rosto. Parece que eu tive o reflexo de me virar e por isso passou raspando na minha bochecha ... Contei isso para o pessoal, mas eles falaram que eu tive sorte, que normalmente eles jogam tanto coco que a pessoa tem que trocar de roupa.

Acho que essas foram as únicas coisas mais engraçadas, para os outros, não para mim. Além disso, eu pude dar comia na boca do lobo guará, do gato egípcio, do leão...

Adesivo que fica pregado na entrada para a jaula dos chimpanzés: "Eu arremesso cocô"... sei bem disso! Na foto debaixo é o mais novo chimpanzé do Zoo, ele é fofo! Isso que ele está comendo não é coco, é a ração.
O rei da floresta!
Suricates, igual do Rei Leão. Eles são muito fofos...

Gato Egípcio, tem cara de mal né?!

Estou gostando de trabalhar no Zoo, mas descobri que eu gosto mesmo é de ver os bichos na natureza. Gosto de ter aquele drama, o que será que eu vou ver hoje?! Além disso o comportamento deles é MUITO diferente. No Zoo a maioria deles já está acostumada com a voz do treinador, eles já sabem como o treinador chama para comer e coisas assim. Vocês acreditam que o lobo guará brinca de esconder com a gente? No final ele chega bem perto da grade para a gente fazer carinho nele. Meio estranho para um lobo selvagem, né?!
Por um lado, é bacana, porque eu nunca teria dado comida na boca deles ou feito carinho, mas por outro eu fico com muita dó dos bichos, que tem um espaço muito limitado para viver...
Cuspidas fedorentas de lhama para os que riram de mim e beijinhos para os que foram solidários!


P.S.: Todas as fotos são do Zoo de Wichita,
mas só a primeira que é minha, as outras são de
um cara que disponibilizou as fotos na net.

4 comments:

  1. Debinha,
    Apesar de conversarmos quase todos os dias já estava com saudades do seus posts...que bom que vc voltou.
    Claro que eu quero os beijinhos mas é impossível ficar sem rir da estória da lhama e do macaco.=D
    Bjo carinhoso

    ReplyDelete
  2. kkkkkkkkkk. Adorei! Pra mim, melhor ainda que as histórias, foi admirar as orelhas desse chimpanzé aí. Eram como as minhas antes d'eu passar pela cirurgia, kkkkkkkkkk. Bj

    ReplyDelete
  3. Apesar de rir um pouco da história da Lhama, aceito seus beijos solidários tá!? :)

    ReplyDelete
  4. Acho que recebi muitas cuspidas! hauhauahuahua
    Eu tenho a leve impressão que essa lhama é bipolar! hahaha
    Agora, cocô? Oh Deus! Fazem briga de cocô que nem se faz briga de comida (pelo menos nos filmes né? haha)
    Mas que legal, deve ser cansativo, mas super divertido e recompensador esse trabalho!

    beijos

    ReplyDelete