Saturday, July 16, 2011

Miami

Quando estávamos preparando para vir para Wichita, muitas pessoas comentaram que ficaram felizes porque teríamos a família do Pedro perto da gente. Bom, não é bem assim. Com certeza estamos mais perto deles do que quando estávamos no Brasil, mas de carro estamos a umas 28 horas de distância, longe né?
Tentamos várias vezes ir para lá, assim como eles também tentaram vir para cá, mas nada tinha funcionado.
No dia 20 de junho foi o nosso aniversário de casamento e pensamos em viajar para um lugar legal para comemorar e pensamos porque não ir para algum lugar perto de Miami? Decidimos então ir para a casa dos pais do Pedro e viajar para Key West em comemoração ao aniversário e foi isso que aconteceu há uma semana atrás.

Chegamos em Miami no sábado de noite, quando pousamos no aeroporto parecia que estávamos no Brasil. Foi uma pré-sensação de quando vai ser quando chegarmos no Brasil. Foi muito bom ver rostos familiares de novo.
No dia seguinte, depois de colocar o papo em dia até umas 3 da madruga, fomos para a praia. Pegamos trânsito, pessoas sem educação, ouvimos busina e demoramos 1 hora para achar um lugar para estacionar o carro perto da praia, o que fez a gente perceber que não estávamos no Brasil era que não tinha "tomador de conta de carro".
Valeu a pena a espera por uma vaga, porque a água estava tão quente, que foi a primeira vez que não demorei para entrar no mar e que não fiquei evitando da água bater na minha barriga e nas minhas costas. Nossa... como eu estava com saudade de praia, quer dizer, continuo com saudade, porque não tinha ninguém vendendo milho, nem coco, nem canga =)...

Depois da praia fomos para casa da Pri, estava super empolgada para conhecer meu sobrinho! Quando chegamos ele já estava dormindo, mas gente, ele é fofo demais!
Tia Ângela não foi porque pegou a gripe do Brasil ...

No dia seguinte foi dia 4 de julho, independência dos EUA. Fomos assistir os fogos no parque como uma normal família americana. Quer dizer não tão normal, tínhamos um Power Ranger entre nós... Estava lotado e mais uma vez demoramos mais de uma hora para parar o carro, mas valeu à pena, porque os fogos foram muito bonitos.
Power Ranger tentando encontrar com os outros, vermelho, verde e amarelo...

Quase todos os outros dias foram chuvosos. Aproveitamos para fazer umas comprinhas, pois achamos que os preços estavam bem melhores que os de Wichita. Além disso curtimos a família...
Cada um tem um jeito diferente de curtir a família, esse é o deles =)
Tive que me segurar perto do Joshua, quem aguenta essa fofura toda?!
Agradecemos a Deus pelo tempo tão precioso que pudemos passar com a família, foi muito bom!

P.S.: No próximo post escrevo sobre a comemoração do nosso aniversário de casamento em Key West.

5 comments:

  1. Que bons esses momentos! E seu sobrinho é realmente muito fofo!!!
    beijo,
    Lu

    ReplyDelete
  2. Foi muito bom ter vcs aqui com a gente! Pena que o tempo passou tao rapido. Eu ja estou ensinando o Joshua a falar Tia Deborah. ;-)

    Agora, se vc achou falta de educacao o povo no transito daqui, acho que vc ja se esqueceu do Brasil. ;-) Se segura porque vc vai estranhar muito mesmo. Eu fico louca quando chego la.

    Beijos!!! Ja estamos com muita saudade!!!

    ReplyDelete
  3. Mas eu ri da primeira foto com o pedro segurando o joshua e vc por perto! muito boa a cara dele pra vc! hehehe

    A penúltima foto ficou legal também, o pedro vigiando no fundo
    treinando a família já.. hehe

    muito bom! muito bom mesmo rever a família né?
    fico feliz que vcs gostaram

    obs: acho que os homens da casa estavam conversando pelo msn ou pelo skype uns com os outros... hauhauhauha

    ReplyDelete
  4. Mamy em contagem regressiva:July 21, 2011 at 7:59 AM

    Que benção!!!
    Estar com pessoas tão queridas e ainda curtir praia,passeio e compras.
    Provisão de Deus pra vcs se sentirem renovados!
    Bjo e até breve!
    Te amo!

    ReplyDelete
  5. Por acaso esse power ranger era o Lucas??? Haha...
    Acho q agora a próxima parada de vcs é: AQUI!!!! :)
    Saudade demais!

    ReplyDelete