Friday, August 26, 2011

Último dia no Zoo... (last day at the Zoo)

Faltam 24 dias e sei que agora vem uma das partes mais difíceis: as despedidas.

Hoje foi meu último dia no Zoo e queria guardar na minha cabeça todos os momentos, imagens e até cheiros (ok, alguns não). Na hora de ir embora, quando a ficha caiu, foi difícil. Como eu traduzo as minhas palavras de despedida para o inglês? Pois é, em português flui, mas em inglês agarra igual o choro na garganta. E realmente as duas coisas agarraram as palavras e o choro. Enfim, queria ter falado mais, abraçado mais e ter tido mais tempo para me despedir.

Enquanto eu trabalhava fiquei pensando do que eu ia sentir saudade. Descobri que ia sentir saudade de TUDO até das coisas, que vamos dizer, não eram lá tão agradáveis, como: catar coco, limpar os recintos inclusive o dos babuínos que tem que usar um macacão bem grosso, luva, máscara e boné no calor de 35 graus. Vou sentir falta de rastelar o ENORME jardim dos cangurus pequenos e no mesmo lugar, de ser assustada com o ataque da Emu fêmea; de ser cuspida pela lhama Kiss e de ser recepcionada pelos chimpanzés com guerra de cocô.

Apesar de esse basicamente ser o trabalho no Zoo, isso não era tudo. Vi que rotina para eles é importante e que com um pouco de paciência e dedicação eles passam a cooperar.

Também aprendi muito do meu inglês e da cultura americana. Acho que aprendi muito mais do que eu consigo ver nesse momento e por isso sou muito grata pelo tempo que eu estive no Zoo, pelas pessoas que eu convivi e pelos bichos que ajudei a cuidar!


We have 24 days remaining and I know that now comes the most difficult part: the goodbyes.
Today was my last day at the Zoo and I wanted to keep in my head every moment, image and smell (ok, some not)... And when it got to the time to say goodbye and I realize it was over, it was hard. How could I translate my feelings from portuguese to english? In Portuguese words just go out, in English the words were choke together with the crying. Therefore, I would've have liked to say more, hug more and have more time to say goodbye.

While I as workingI was thinking what I would miss more. I found out that I would miss EVERYTHING, even the things that weren't so pleasant like: pick up pop, cleaning enclosures including the baboons, that I needed to wear a monkey suit during very hot days. I'll miss cleaning the big wallaroos's yard and been scared of the Emu's attack; of been spited by Kiss the guanaco and receiving the poop fighting chimpanzee's welcoming.

Although this envolved most of my daily routine i wasn't all. I learned how to handel, respect and treat the animals. I realized how much the routine is important for the animal and how with patience, dedication they will cooperate with you.

I also improved my english and learned more of the american culture. I think I learned even more than I can realize now and because of this I'm very thankful for the time I spent at the Zoo, for all the people I spent time together and for all the animals I helped taking care of!

Eu, Jen e Panji (o meu orangutango preferido)
Me, Jen and Panji (my favorite orangutan)

Jen, eu, Kacy e Panji ...
Jen, me, Kacy and Panji...

Vou sentir saudade dos lugares que eu trabalhei.
I'll miss the places a worked as a volunteer.

Saturday, August 20, 2011

1 ano e 2 meses de casados e contagem regressiva

1 ano e 2 meses de casamento... como o Senhor tem sido maravilhoso. Por todo esse tempo vimos a bondosa mão do Senhor nos conduzindo, mesmo nos últimos 11 meses quando estávamos longe das nossas famílias, amigos e irmãos queridos.
Agradecemos ao Senhor por tudo o que Ele tem feito, principalmente pela oportunidade que ele nos deu de morarmos fora por um tempo. Crescemos individualmente, como casal e como uma família servindo a Cristo. Quando viemos, sabíamos que estaríamos aqui apenas por um tempo determinado, talvez por isso tenha sido mais fácil a estadia. Hoje, falta exatamente um mês para voltarmos para o Brasil. Hoje, começa a contagem regressiva de 30 dias ...

Apesar da sensação de felicidade, vem também a ansiedade, mas confiamos que o Senhor tem o controle de tudo. Nos alegarmos em saber que daqui a um mês, poderemos nos encontrar novamente...


... até breve!